Cardeneta de Poupança
Finanças

Caderneta de Poupança: O que é, como funciona e mais

Ultimamente o mercado brasileiro tem oferecido várias opções de investimentos, direcionadas a todos os perfis de investidores. E a caderneta de poupança é uma forma de investimento que nunca deixa de ser querida pela maior parte da população.

Neste artigo você verá mais sobre essa forma de crédito tão querida pelos brasileiros, o que é, como funciona, suas vantagens e características, confira abaixo.

Veja também:
Cheque especial: Entenda o que é e tire todas suas dúvidas
Reserva de emergência: O que é e como fazer uma?
Fundos de investimento para 2021: Confira quais são os melhores

O que é a caderneta de poupança 

A caderneta da poupança é uma tradição no Brasil há um bom tempo, que surgiu no país no século XIX no ano de 1861 em conjunto com a caixa econômica federal, depois que o imperador Dom Pedro II instituiu e regulou a caixa econômica federal. Desde então as cadernetas de poupança têm recebido várias atualizações e foram modificadas com o passar do tempo, mas mesmo assim não deixa de ser um investimento popular.

Como funciona a caderneta de poupança?

O que faz a caderneta de poupança ser tão popular no Brasil é o fácil acesso. Para quem deseja investir na poupança basta abrir uma conta poupança em uma instituição financeira e estar realizando o depósito da forma que desejar. 

Os valores que são investidos na poupança passam a ser utilizados pela instituição financeira para algumas finalidades, como, por exemplo, empréstimo de capital a empresa ou pessoa. E justamente por isso o dinheiro é devolvido com juros, que incidem mensalmente sobre o valor aplicado. Desde 2012 o rendimento que a poupança tem por mês é definido pela taxa referencial, junto com uma remuneração de 0,5% adicional, caso a taxa Selic for maior que 8,5%, ou 70% da Selic + TR em casos que a Selic se encontra inferior a 8,5%.

Devido a esse cálculo a rentabilidade da poupança costuma ser muito baixa, principalmente se formos comparar a outras opções de investimento com risco baixo disponível no mercado. Mesmo assim, muitas pessoas preferem investir com a poupança.

Vantagens da caderneta da poupança

A vantagem principal da caderneta de poupança é a sua facilidade e segurança que ela disponibiliza aos poupadores. Podem ser abertas em qualquer instituição financeira, e é permitido depósito na hora depois da abertura e saques a qualquer momento, dependendo da necessidade do investidor. Sem contar que as cadernetas de poupança possuem baixo risco para o investidor e são protegidas pelo fundo garantidor de crédito chama muita atenção dos investidores.

Desvantagens da caderneta de poupança

Por a rentabilidade mensal ser baixa faz com que essa seja a principal desvantagem que há na caderneta de poupança. Outra desvantagem é que, em épocas que as infrações estão altas, o rendimento da poupança não acompanha o aumento dos preços, por não conseguir. Também há um mito entre os que investem na caderneta de poupança, que é causado principalmente pela falta de educação financeira.

Por mais que seja um investimento de baixo risco, ela não está livre de riscos, um exemplo é o caso de falência da instituição financeira na qual você contratou a conta poupança. Esses riscos tornam-se maiores para aqueles investidores com quantia maior na caderneta de poupança, maior que R$250 mil, até porque o fundo garantidor de crédito só garante a devolução de quantia no limite de R$250 mil, e os valores acima deste não serão cobertos. 

Características da caderneta da poupança

O Banco do Brasil é responsável pela regulamentação das cadernetas de poupança e possuem umas características exclusivas, veja:

  • isenção de taxas administrativas na caderneta de poupança;
  • cálculo mensal da rentabilidade do investimento;
  • não incidência de Imposto de Renda (IR) sobre os rendimentos;
  • A garantia do investimento pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), para valores de até R$ 250 mil.

Juros da caderneta de poupança

Os juros da caderneta de poupança são calculados sobre o valor aplicado e pago por mês. É bom lembrar que o aniversário da poupança pode ser a data em que foi feito o depósito ou o dia da abertura da conta. Já que o rendimento da poupança é mensal, se o cliente tirar o dinheiro antes da data de aniversário, perderá todo rendimento que teve nesse período. Se você fizer depósito em datas diferentes, sua conta poderá ter mais uma data de aniversário da poupança passa a ser no primeiro dia do mês próximo.

Vale a pena investir?

Não há como negar que a caderneta da poupança oferece muitos benefícios como a liquidez, isenção e segurança dos impostos de renda. E é justamente por isso que é um investimento dos mais procurados. E se você é uma pessoa que deseja investir na caderneta de poupança para gerar uma reserva ou fundo de emergência, o investimento na poupança pode ser bem interessante para você. Isso porque esse meio de investimento permite ao cliente fazer movimentações e saques em caso de necessidade com menos burocracia,  e isso pode ser bastante útil em várias situações.

Mas se você deseja não só investir como também garantir o rendimento do capital aplicado, à caderneta de poupança não é a escolha que recomendamos. Com pouco dinheiro livre para investir é possível encontrar várias alternativas à caderneta de poupança, como, por exemplo, o tesouro direto, o qual tem como aplicação mínima o valor de R$30. E assim como a poupança, esse investimento possui pouco risco e oferece melhor rentabilidade.