O que é o IPCA
Finanças

IPCA: Tire todas as suas dúvidas sobre o assunto

Todos os meses, a imprensa divulga o valor do IPCA. Esse valor está diretamente relacionada a quanto seu salário pode pagar por produtos e serviços. Portanto, é muito importante entender o que é o IPCA e como é o seu funcionamento de uma vez por todas.

A primeira pergunta que pode surgir é: IPCA é o mesmo que inflação? A resposta é sim, e não. Essa confusão ocorre porque sabemos se o Brasil terá ou não inflação por meio do índice, mas o significado do IPCA vai muito além. Não entre em desespero! As coisas não são tão complicadas como vimos quando vimos exemplos de IPCA usados ​​na vida. Vamos mostrar alguns exemplos aqui. Mas, primeiro, é importante entender o que é essa abreviatura e como ela é calculada.

Veja também:
Quem pode fazer consórcio? Como ele funciona? Confira
Planejamento financeiro para freelancers: Veja dicas de como organizar
Orçamento Familiar: Dicas de como fazer a organização

O que é IPCA?

O significado da sigla é Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, calculada e publicada mensalmente pelo IBGE. O IPCA e a taxa Selic são considerados os indicadores econômicos mais importantes do Brasil porque são capazes de afetar diretamente o dinheiro das pessoas. O IBGE monitora se há variações nos preços de produtos e serviços relacionados a transporte, alimentação, moradia, entre outros, em várias cidades. Na verdade, este indicador verifica se a lista de produtos e serviços de um mês para o outro fica mais barata ou mais cara.

A seguir, veja os macrogrupos de serviços e produtos que são monitorados no cálculo do índice e seus respectivos pesos:

  • Grupo: Alimentação e bebidas, peso: 19,3%;
  • Grupo: Artigos de residência, peso: 3,8%;
  • Grupo: Comunicação, peso: 5,7%;
  • Grupo: Despesas pessoais, peso: 10,7%;
  • Grupo: Educação, peso: 6,1%;
  • Grupo: Habitação, peso: 15,6%;
  • Grupo: Saúde e cuidados pessoais, peso: 13,5%;
  • Grupo: Transportes, peso: 20,6%;
  • Grupo: Vestuário, peso: 4,6%.

Qual é a finalidade do IPCA?

Se considerarmos o IPCA uma pesquisa nacional de preços em larga escala, não é difícil entender o que é IPCA. Este é o seu conteúdo: pesquisa realizada nas principais cidades brasileiras para calcular a tendência de alta dos preços dos produtos básicos.

No entanto, o IPCA tem outra função importante: é um parâmetro para o banco central definir a taxa básica de juros (mais conhecida como taxa Selic). Também pode ser usado como referência para o controle da meta de inflação, para você saber se a meta será atingida ou não. Pesquisadores do IBGE realizam pesquisas mensais de preços de produtos e serviços nas seguintes áreas:

  • Alimentação e bebidas;
  • Artigos de residência;
  • Comunicação;
  • Despesas pessoais;
  • Educação;
  • Habitação;
  • Saúde e cuidados pessoais;
  • Transportes;
  • Vestuário.

Para o IPCA, é importante ter clareza sobre o significado das mudanças. Ou seja: quando o índice está abaixo do período anterior, não significa que o preço caiu, mas o aumento é menor. O preço cairá apenas quando o índice for negativo.

Para que serve o IPCA?

O objetivo da criação do IPCA é fornecer ao público final as variações dos preços de comercialização. Quando há aumento nos preços dos produtos e serviços, ou seja, quando sobe o IPCA, o que acontece é chamado de inflação. Mas o preço, portanto, o IPCA podem cair de um mês para o outro, nesse caso chamamos de período deflacionário.

Por exemplo, em maio de 2020, o índice era de -0,38%, o que significa que passamos por um período de deflação. Porém, em setembro o IPCA subiu para 0,64%, o que significa que passamos por um período de inflação.

Quanto é o IPCA 2021?

Economistas do mercado financeiro alteraram a projeção do índice oficial de preços IPCA em 2021. O “Relatório de Mercado Focus” divulgado no dia 10/05/2021 pelo Banco Central mostra que a mediana do IPCA deste ano subiu de 5,04% para 5,06%. Era 4,85% há um mês. A previsão do índice para 2022 é de 3,61%. Quatro semanas atrás, a proporção era de 3,53%.

Qual é o impacto do IPCA no dia a dia?

Fazendo um acompanhamento do desempenho do IPCA, o Banco Central estipula uma diversidade de regras e medidas para equilibrar a economia brasileira. Portanto, quando ocorrer inflação, o governo adotará uma estratégia de redução dos preços de produtos e serviços. Quando há deflação, o Governo incentiva as pessoas a comprar mais bens e injetar dinheiro na economia.

Isso acontece porquê?

Supondo que o salário de uma pessoa é de R$ 2.000,00. Com esse dinheiro, ela não só precisa pagar o aluguel e o apartamento, mas também as contas da casa, como luz e água, além de comprar comida para o mês e outros produtos temporários como roupas e livros. Em um mês, seu salário foi usado para pagar todas as contas, sobrando 50 reais, mas no mês seguinte o dinheiro não foi suficiente, e ela teve que economizar nas compras do mercado e despesas adicionais.

Essa demanda por economia não afeta apenas o estilo de vida da pessoa, mas também afeta as vendas de lojas e restaurantes que não receberam o cliente naquele mês. Agora, imagine que a escala dessa situação seja muito maior, várias pessoas da mesma cidade que precisam economizar e quem precisa comercializar serão afetadas pela diminuição do número de clientes. Isso é ruim para a economia, concorda?

Como o IPCA é usado pelo Banco Central?

O IPCA é o principal indicador para o Banco Central monitorar se precisa estimular ou esfriar a economia brasileira diariamente. Para isso, o Governo utiliza diversos mecanismos para ajudar a regular a economia. A mais famosa delas é a mudança da taxa básica de juros, a conhecida taxa Selic. Quando o banco central baixar a taxa Selic, vai reduzir os juros básicos da economia. Isso significa que o governo envia um sinal às instituições financeiras de que devem aumentar ou diminuir os juros cobrados sobre os serviços.

Quando as taxas de juros são mais baixas, as pessoas tendem a comprar mais produtos porque têm mais confiança de que podem pagar o boleto no final do mês e têm mais linhas de crédito acessíveis. Por outro lado, taxas de juros mais altas assustam os consumidores que costumam esperar mais para consumir. É importante você saber que a taxa Selic não é igual às taxas de juros que costumam ser cobradas pelos bancos – o valor da Selic costuma ser consideravelmente menor. Porém, por ser a taxa básica de juros, pode ser utilizada como referência para aumentar ou diminuir as tarifas cobradas pelas instituições bancárias.

Como é calculado o IPCA?

Agora que você conhece a importância do IPCA e os tipos de produtos e serviços usados ​​para medir a inflação e a deflação, explicaremos como o IBGE realiza esse cálculo todos os meses. Para o cálculo desse indicador, especialistas do IBGE monitoram os preços de 465 produtos e serviços em algumas capitais e regiões metropolitanas do País. Os preços desses produtos e serviços são consumidos por famílias que possuem renda mínima de 1 a 40 salários mínimos. Os itens monitorados incluem o valor de certos alimentos e materiais escolares, bem como serviços de streaming de vídeo e aplicativos de transporte, como é o exemplo do Uber.

O que é o IPCA acumulado?

Como o IBGE faz a coleta mensalmente dos preços dos serviços e produtos, também é possível verificar se o valor mudou de um ano para o outro. Na comparação anual em 12 meses, é denominado IPCA acumulado. Entender como o IPCA mudou ao longo de um ano é importante para entender seu poder de compra (ou seja, o que você poderá comprar com o mesmo salário).