O que é empréstimo consignado
Empréstimo

O que é o empréstimo consignado? Quem pode fazer um?

Para quem busca crédito saudável, o empréstimo consignado é uma boa escolha e, em comparação com outros métodos de empréstimo existentes (como cheque especial, cartões rotativos e empréstimos pessoais), é uma escolha vantajosa. Esta modalidade no Brasil está crescendo e é frequentemente usada para pagar outras dívidas com juros mais altos. A seguir, entenda o que é um empréstimo consignado, como funciona esse crédito, as pessoas que podem fazer a contratação e suas principais vantagens.

Veja também:
O que significa um financiamento? Quais as vantagens de fazer um?
Dicas e passo a passo para começar a investir seu dinheiro
Finanças para empreendedores: Melhores dicas de sucesso

O que é o empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é uma modalidade de empréstimo exclusiva para aposentados e pensionistas do INSS, militares, trabalhadores assalariados no regime CLT de empresas privadas e servidores públicos. Ao contratar o empréstimo consignado, o cliente autoriza a instituição financeira a descontar diretamente da folha de pagamento ou dos benefícios do INSS o valor referente a parcela de pagamento do empréstimo consignado, reduzindo o risco de inadimplência.

Portanto, o consignado é considerado uma espécie de empréstimo que oferece mais garantia, pois o salário ou os benefícios são a garantia de que o credor receberá o pagamento do dinheiro emprestado. Isso explica que, entre outras conveniências relacionadas ao pagamento de dívidas tradicionais, as taxas de juros são menores que as praticadas pelas instituições financeiras conveniadas.

Vantagens do empréstimo consignado

  • Taxa de juros mais baixa: os juros são um dos destaques mais visíveis dessa modalidade de empréstimo. Eles são os menores do mercado. Além disso, a taxa de juros são geralmente pré-determinada, portanto seu valor já foi determinado em contrato;
  • Flexibilidade na aprovação de crédito: à medida que o risco de inadimplência diminui, a análise de crédito torna-se mais rápida;
  • Fácil de pagar: as parcelas mensais serão descontadas automaticamente. Desta forma, não existe o risco de incorrer em custos por eventuais atrasos nos pagamentos;
  • Risco de inadimplência reduzido: o desconto automático também pode prevenir a inadimplência;
  • É disponibilizado também para negativados: em algumas instituições, você pode solicitar este tipo de empréstimo mesmo se usar um nome negativado. Dessa forma, é possível usar o crédito para limpar seu nome e recuperar o poder de compra.

Quem pode fazer um empréstimo consignado?

Como os empréstimos consignados são automaticamente deduzidos do salário ou do benefício mensal, deve haver uma renda fixa e comprovada, ou seja, estabilidade financeira. Portanto, desde que tenham renda e margem consignável disponível, os grupos que podem solicitar empréstimos salariais são:

  • Aposentados e Pensionistas (beneficiários INSS);
  • Militares das Forças Armadas;
  • Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal);
  • Trabalhadores com carteira assinada (empresa privada).

Qual o melhor banco para fazer um empréstimo consignado?

O empréstimo consignado exige cautela no momento de assinar um contrato. Existem grandes diferenças nos serviços prestados pelos bancos. Em particular, existem diferenças significativas nas taxas de juros implementadas por várias agências. Para encontrar o melhor banco para emitir crédito consignado, é necessário comparar as cotações. Como o crédito consignado não exige que o devedor tenha uma conta no banco em que ele assina ou assine seu salário, ela permite mais opções. Veja como escolher o melhor banco:

Compare os valores das taxas dos bancos no Banco Central

O Banco Central (Bacen) possui uma lista completa de taxas de juros de empréstimos consignados de todos os bancos. Uma dica importante sobre a classificação é que ela tem uma taxa de juros nominal de referência. Portanto, é necessário verificar se o banco selecionado está em conformidade com o seu contrato de empregador e qual é a taxa de juros.

Confira a reputação dos bancos

Além de taxas de juros mais altas, também é importante que o banco escolhido seja reconhecido por seus serviços de qualidade. Dessa forma, você evitará problemas como atrasos no pagamento do crédito solicitado, solicitação de documentos desnecessários ou explicações incorretas de tarifas.

O site Reclame Aqui é uma boa fonte de informações. O site é reconhecido como referência em análises de consumidores e possui uma categoria específica de análises de bancos. Observe que o banco do qual você pretende sacar o empréstimo consignado possui um histórico de reclamações relacionadas a pagamentos. A avaliação principal é se a resposta do banco à reclamação é rápida, útil e eficaz para resolver o problema.

Verifique se não há taxas ocultas

Ao pesquisar informações sobre os melhores bancos para contratar o empréstimo consignado, observe se não existe cobrança de taxas ocultas na contratação. Normalmente, o banco divulgará a taxa de juros nominal e o CET (Custo Efetivo Total), que já inclui as taxas contratadas. As taxas mais comuns são taxas de registro e seguros opcionais, como seguro de vida prestamista. Observe se sua proposta inclui esses custos.

Como funciona empréstimo consignado pela empresa?

As empresas privadas fazem convênios com instituições financeiras que oferecem os empréstimos consignados privados. O funcionário procura a agência e recebe a cotação da maior parcela do mês, que é de 30% do seu salário. A empresa deduz a parcela do contrato do crédito do salário do funcionário todos os meses e transfere o dinheiro para a instituição que o emprestou. O valor do empréstimo é transferido diretamente para a conta-corrente do funcionário, e o funcionário pode usar o dinheiro para pagar contas vencidas, pagar dívidas a uma taxa de juros mais alta e até mesmo viajar, pagar cursos, reformas e sacar todas as contas planejadas.

Qual o valor máximo de empréstimo para aposentados com salário mínimo?

Para usar sua renda para calcular o limite, basta multiplicar o valor por 0,35. Por exemplo, se você obtiver a renda do salário mínimo, que é R$ 1.045,00, você terá uma margem consignável de R$ 365,75, e poderá usar o valor total para sacar o empréstimo uma ou mais vezes até completar o valor disponível de margem consignável, ou às nove linhas de crédito liberadas pelo INSS. Sendo assim o valor máximo que você pode contratar é o valor que a parcela não ultrapasse o valor de R$ 365,75 mensais.

Dicas para fazer empréstimo consignado?

Antes de contratar um empréstimo consignado, faça um planejamento

A primeira etapa para avaliar se um empréstimo de salário é realmente interessante é entender seu impacto em seu plano financeiro. No curto prazo, um empréstimo pode ser a solução, mas, no longo prazo, é também uma dívida que você está assumindo. Considere sua renda mensal, despesas e o valor que será usado para pagar o empréstimo consignado. Vale lembrar que o crédito segue as regras da margem consignável, ou seja, apenas 35% do seu salário pode ser utilizado para pagar o parcelamento.

Execute simulações e comparações de taxas

Embora os empréstimos consignados sejam um dos créditos com as taxas de juros mais baixas do mercado, alguns bancos e financeiras cobram taxas de juros diferentes. Taxas de juros mais baixas significam que você economizará dinheiro no final do contrato de empréstimo. Compare várias agências de crédito, execute diferentes simulações de empréstimos consignados e, por fim, escolha um plano que economize dinheiro com um contrato final. É importante considerar não apenas a taxa de juros aplicada, mas também o Custo Efetivo Total da operação (CET), que consiste na soma de todos os valores que serão pagos.

Contrate o empréstimo consignado somete em instituições financeiras ou bancos

Emergências financeiras podem nos tornar vulneráveis ​​a fraudes ou assinatura de contratos com termos injustos. Veja de a empresa que você deseja solicitar o empréstimo consignado tem boa reputação no mercado. A instituição mais adequada é um banco ou instituição financeira registrada no banco central. Para empréstimos de beneficiários do INSS, os bancos também devem obter autorização da Previdência Social. Portanto, verifique este requisito antes de fazer um empréstimo.

Nota: Não assine nada antes de lê-lo, e não pague nenhuma quantia para manter a garantia do seu crédito.